27 de jul de 2010

    ­      ­  O meu jeito de ser,

                                Te incomoda?  


Sempre fui assim, sem medo de expressar os meus sentimentos. Acho que quando crescer vou ser advogada, rs. Acontece alguma coisa injusta no meu dia a dia, e lá vou eu, reclamar do que aconteceu. Não os deixo em paz até que a situação seja resolvida e tudo fique justo. As vezes a minha personalidade irrita os outros. Eu mesma me faço parecer uma pessoa metida, que só quer o que quer. Mas eu não sou assim. Eu sempre quis o bem das pessoas.
Quando eu e minha amiga éramos pequenas ela vivia me batendo. Minha mãe, um dia, estourou a própria paciência, e me disse:
- Victoria! Já que ela te machuca, machuque ela também!
Eu simplesmente respondi que não, porque doía. Eu acho que fiz o certo. Eu não sou de fazer mal para as pessoas. Se me fizerem de boba, não seria surpresa pra mim. Minhas emoções são tão fortes quando quero que tudo fique justo, que o sentimento de justiça passa a ser raiva. Eu começo a sentir RAIVA de quem me fez sentir assim. Que faz coisas erradas e fica bem. Continua com essa mania horrível, e faz com que esse sentimento lindo de justiça (que deveria ser praticado em todo o lugar), se transforme em um feeling maldoso. Espero que isso não continue, porque não quero me tornar uma pessoa obsessiva por justiça, e quando não  correspondido, se transforma em raiva. O que faz de mim uma pessoa perturbadora, que ninguém quer ter ao seu lado. Que ninguém quer confiar. Que tem medo de ficar perto por causa do seu temperamento explosivo. EU NÃO ME DEFINIRIA ASSIM.         ~ molly w.




~ Victoria como molly w.

Nenhum comentário: